Caminhando e Falando_ EP007

familia

UMA CONCEPÇÃO DIFERENTE DE FAMÍLIA

Desde a mais tenra idade percebi que havia nascido para coisas diferentes e, demorou bastante tempo para entender que esse diferente significava diverso e não estranho ou desajustado ou até mesmo anormal. No processo de consciência desta realidade busquei várias formas de entendimento e foi num mapa Astrológico que me disseram pela primeira vez que eu “havia nascido para uma família diferente”, bom, não preciso dizer que eu mesmo estranhei! Agora esta família aconteceu e é sobre ela que gravei este episódio.


Falar é Preciso_EP001

O CASAMENTO QUE VALE

Tudo que vocês precisavam saber sobre o processo do casamento civil, quais os documentos necessários, quando dar entrada nos papéis, prazos,  validade civil do casamento religioso e muitos outros detalhes relacionados ao assunto que é a maior dúvida da maioria dos casais quando tem que dar conta desta etapa. _ Afinal de contas ninguém nasceu sabendo e não damos entrada no casamento muitas vezes nesta vida, não é?

Pelos Cotovelos_ Ep002

NÃO INTERFIRA NO KARMA DO BESOURO

“Não interferir no Karma do Besouro”, significa simplesmente Não Interfira! Parece-nos muita ousadia querer saber mais do que outro sobre si mesmo a ponto de achar o que é melhor ou não para ele e neste sentido fica-nos difícil apregoar que até o bem seja feito diante da clara possibilidade de que o que nos parece Bem e Mal não sirva para o outro. O quê fazer?


Falando Nisso_ Ep005

curva do rio

Rio Jacuí na depressão central do Rio Grande do Sul.

A CURVA DO RIO

Depois ter uma reunião com a Din Rose, artista internacional que mora em Florianópolis, que fala do Incrível Mundo de Din Rose, lembrei da mitologia da Curva do Rio, lugar misterioso onde estão guardadas as histórias sobre nós mesmos que esquecemos de contar. Nossos segredos e os de nossa essência estão perdidos na Curva do Rio até que alguém tenha coragem de aprender a contar.


Caminhando e Falando_ Ep004

ANDANDO A PÉ NA TRINDADE_ A ESTRANHEZA DE FUGIR DA ROTINA

Que sensação diferente caminhar a pé pela Lauro Linhares, na Trindade e poder

perceber de um outro ponto de vista a rotina dos outros e fugindo da minha, que

seria estar passando por ali de carro, envolto em todos os meus problemas e preocupações.

Foi a minha vez de fora do contexto, analisar o contexto de quem passava e

poder observar e experimentar a estranheza de fugir da Rotina.


Falando Nisso_ Ep003

coletivo

Casamento Coletivo realizado em 2015, com 420 casais.

CASANDO 210 CASAIS

Durante a celebração do Casamento Coletivo no Centrosul, tirei um tempinho para registrar este momento único em que 210 casais realizavam o seu sonho ao mesmo tempo. Foi importante perceber que apesar de coletivo a realização do sonho foi individual, do jeito de cada um, com direito a vestido de noiva, terno e gravata e as tradicionais fotos. Também me realizei!


Falando Nisso_ Ep004

pandora

AINDA HÁ ESPERANÇA_CAMINHANDO E ENTENDENDO A HUMANIDADE

O que tornou-se rotina se vê renovado com uma esperança surgida a partir de pequenos gestos que fazem crer que apesar da podridão ainda há esperança na humanidade. Caminhando e descobrindo à cada dia o novo!


Caminhando e Falando_ Ep006

NRMAL

THE NORMAL MAN

Depois do Iron Man, o Normal Man segue sua vida limitada de cidadão comum consciente de sua finitude, mas ainda convidado a tornar-se um super humano só que de uma outra forma possível: o Relacionamento à Dois!


Caminhando e Falando_ Ep005

Insatisfação

A INSATISFAÇÃO HUMANA

“Me encontre um Ser Humano satisfeito que eu te darei o Reino dos Céus!” Essa bem poderia ser uma passagem bíblica para caracterizar a insatisfação humana, pois não há o que satisfaça a ânsia humana do querer sempre mais, o que muitas vezes deu lugar ao consumismo ou ao capitalismo. Vale a reflexão neste episódio altamente filosófico e ao mesmo tempo profundamente humano.


Gente Que Sabe_ Ep003

Amábile

D. Amábile Meier, doceira e boleira tradicional de Florianópolis.

FALANDO COM A AMÁVEL E DOCE AMÁBILE(Dona)

Imagine uma pessoa que seja amável já no nome, uma pessoa que trabalha na área de eventos com um serviço doce como ela, que com sua simpatia, dignidade e respeito conquistou a todos e ao difícil e competitivo Mercado e que no qual acredita que a honestidade e o respeito ao Sonho são os ingredientes básicos da relação com os clientes. Tivemos a oportunidade de encontrar uma Amábile sem o Dona, (ela pediu e foi atendida para que não a chamássemos de D. Amábile durante nosso encontro)por que sente que deixa a relação muito fria e distante. Enfim foi um encontro que entre muitas coisas falamos do porque pessoas como ela, apesar das dificuldades e voracidade do Mercado, se mantêm firmes como uma Rocha, inspirando a todos nós.